expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Translate

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Quina-do-campo

Quina-do-campo

Nome científico: Strychnos pseudo-quina.

Sinônimos: Quina-amarga, quina-grossa, cereja-de-tucano e quina-do-peru.


    Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


Ocorrência: Brasil, no bioma do cerrado e orlas da  mata atlântica.

Ambiente: Clima quente, solos semi-ácidos, locais bem ventilados e  ensolarados.

Características: É uma árvore de até 7 metros de altura, podendo ocorrer, dependendo do tipo de solo, como arbusto. Quantidade média de galhos, bastante folhada, folhas inteiras, simples, parimpenadas, alternadas, ovadas, com nervuras evidentes, verde-opacas, coreáceas. O tronco é rugoso. Os frutos são pequenos e esverdeados.

Uso medicinal: Tônico estomacal e hepático. Boa para infecções no baço.



    Foto: Maria do Carmo Silva


Partes usadas: Folhas e entrecasca.

Dosagem e modo de usar: 10 gramas de folhas secas ou 20 gramas de entrecasca seca, maceradas, por um litro de água. Beber 4 ou 5 xícaras por dia.

Ótima saúde para todos!