expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Translate

sábado, 4 de maio de 2013

Caninha-do-brejo

Caninha-do-brejo

Nome científico: Costus spicatus.

Sinônimos: Cana-do-brejo, cana-roxa, cana-de-macaco, jacuacanga, cana-fista e paco-caatinga.

Ambiente: Gosta de lugares quentes durante o dia e com uma significativa queda de temperatura à noite. Solos que variem entre úmido e encharcado, organicamente adubados.


    Foto: Daniel Carvalho Gonçalves


Ocorrência: É uma planta nativa da Serra-do-mar , Porém, cultivada em boa parte do Brasil.

Características: É uma arbusto de até 2 metros de altura, com folhas largas de até 30 centímetros de comprimento e caule parecido com o da cana, porém mais fino. Suas flores são amarelas e envoltas em várias bainhas vermelhas.

Uso medicinal: É cientificamente sudorífica, diurética, trata com eficiência de inflamações dos rins e  bexiga, cálculos renais, reumatismo, nefrite e uretrite.


    Foto: Evandro Carlos Ferreira dos Santos


Partes usadas: Caule e folhas.

Dosagem: Emprega-se 50 gramas das folhas ou caule por um litro de água, fervidos como chá. Toma-se 4 ou 5 xícaras por dia.

Ótima saúde para todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário