expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Translate

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Salsaparrilha

Salsaparrilha

Nota: Existem várias espécies de salsaparrilha, todas com os mesmos princípios medicinais, algumas, inclusive, conhecidas falsamente como japecanga.

Nome científico: Smilax medica, Smilax officinalis, Smilax syphilitica, Smilax peruviana, Monoecia hexandria, Smilax brasiliensis e Smilax syringoides.

Sinônimos:  Sarsaparrilha, sarza, salsaparrilha-das-boticas e salsa-americana.


     Foto: Daniel Carvalho Gonçalves

Ocorrência: Em toda o continente americano, variando de espécie segundo o local.

Ambiente: Gosta de lugares frescos e sombreados. Solos adubados por folhas secas das árvores ao redor. Condiciona-se bem em áreas com duas estações definidas: uma chuvosa e outra seca.

Características: São plantas sarmentosas, com rizoma lenhoso, com nós e entrenós. A maioria apresenta espinhos recurvados. As folhas podem ser lisas, espinhosas, duras , macias, lanceoladas ou cordiformes. Nas fotos, mostramos duas espécies mais conhecidas em Minas Gerais.

Uso medicinal: Todas são depurativas, diuréticas, sudoríficas, combatem algumas enfermidades venéreas como a sífilis. Bastante úteis contra gota e reumatismo.



    Foto: Evandro Carlos Ferreira dos Santos


Partes usadas: A raiz.

Dosagem e modo de usar: 50 gramas de raiz por um litro de água, em decocção. Tomar 4 ou 5 xícaras por dia.

Ótima saúde para todos!

Um comentário:

  1. as duas fotos são de salsaparrilha? a segunda realmente é conhecida por aq como japecanga

    ResponderExcluir